Clicky

Home - Convergência Digital

Alerta de desastre por SMS fica nacional em 26 de fevereiro

Convergência Digital - 15/02/2018

As operadoras móveis anteciparam para 26/2 a operação nacional do sistema de alerta de desastres naturais via SMS, trazendo para esta data a ativação dos estados do Norte e Nordestes, antes prevista para 19/3. Antes disso, no próximo 19/2, o sistema começa a funcionar no Distrito Federal, Mato Grosso e Tocantins. 

Para receber os alertas, a população deve enviar uma mensagem pelo celular para o número 40199, com o CEP do endereço que deseja ser monitorado. Podem ser cadastrados vários CEPs para um mesmo número de celular. Por SMS, são enviados alertas de desastres naturais, como chuvas fortes, alagamentos, enchentes e deslizamentos. Até aqui, 2,3 milhões de cidadãos já se cadastraram e foram encaminhadas 43 milhões de mensagens de alerta. O serviço é gratuito.

Coordenado pelo Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad), do Ministério da Integração, o sistema está sendo implantado em parceria com a Defesa Civil dos Estados e com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

09/02/2021
Teles enviaram 990 milhões de SMS de riscos de desastres naturais e Covid-19

21/10/2020
Montreal Viagens contrata BBTS para broker de SMS

19/08/2020
Google, Claro, Oi, TIM e Vivo se unem, mais uma vez, contra WhatsApp

04/03/2020
Teles enviaram 586 milhões de SMS gratuitos com alertas de risco de desastres naturais

03/09/2019
WhatsApp está perto de liquidar de vez o SMS

26/07/2019
Oi, com Google, quer dar novo fôlego ao SMS corporativo

15/02/2018
Alerta de desastre por SMS fica nacional em 26 de fevereiro

12/01/2018
Sistema de alerta via SMS já enviou mais de 25 milhões de mensagens

07/12/2017
Google fecha com Claro, Vivo e Oi para dar nova cara ao SMS e enfrentar o WhatsApp

14/11/2017
Alerta de desastres por SMS chega a São Paulo

Destaques
Destaques

IBM: Com 5G e Edge, redes das teles serão plataformas definidas por software

Só assim as operadoras de telecomunicações vão ser capazes de suportar as novas aplicações e terão como monetizar volumes crescentes de dados habilitados para o 5G e edge aponta estudo global da IBM, conta a líder de serviços de consultoria para a indústria de mídia e Telecomunicações da IBM América Latina, Marisol Penante.

GSMA faz ofensiva para reverter decisões a favor do Wi-Fi na faixa de 6GHz

Associação da indústria móvel admite, porém, que os países, na sua maioria, estão decidindo por dar a faixa de 6GHz, com 1200 Mhz, para os serviços não-licenciados, mas adverte: o 5G vai precisar de 2GHz de espectro na próxima década para oferecer todo o seu potencial.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Serviços de Valor Agregado são a aposta das teles para lucrar com 5G

Por Luiz Pereira*

Em tempos nos quais o serviço de conexão já virou commodity, companhias do setor precisam diversificar ofertas para aproveitarem nova tecnologia.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site