Home - Convergência Digital

5G vai chegar a quase 60% da população em 2025

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 21/08/2019

Com base nos dados quantitativos da própria Huawei, bem como casos de uso do mundo real sobre como a tecnologia inteligente está permeando todos os setores, o Global Industry Vision (GIV) identifica 10 megatendências que atualmente moldam a maneira como as pessoas vivem e trabalham até 2025.

O GIV também prevê tendências tecnológicas, incluindo cobertura 5G, implantação de Inteligência Artificial, adoção de robôs domésticos e taxas de uso de assistente inteligente. As 10 tendências e exemplos das principais previsões do GIV para 2025 são:

Viver com Bots: Avanços na ciência material, Inteligência Artificial perceptual e tecnologias de rede estão impulsionando a adoção da robótica em uma variedade de cenários domésticos e pessoais. O GIV prevê uma taxa de penetração global de 14% de robôs domésticos.
   
Super visão: A convergência de 5G, Realidade Virtual/Realidade Aumentada, aprendizado de máquina e outras tecnologias emergentes nos permitirá ver além da distância, da distorção, da superfície e da história, abrindo novas perspectivas para pessoas, negócios e cultura. O GIV prevê que a porcentagem de empresas que usam Realidade Virtual/Realidade Aumentada aumentará para 10%.
   
Zero Busca: À medida que os dispositivos direcionados por dados e com sensores integrados começam a antecipar nossas necessidades, as informações nos encontrarão. Pesquisas futuras serão livres de botões, redes sociais pessoais serão criadas sem esforço e a indústria se beneficiará da "manutenção de pesquisa zero" (zero-search maintenance, em inglês). O GIV prevê que 90% dos proprietários de dispositivos inteligentes usarão assistentes pessoais inteligentes.

Ruas Adaptadas: Sistemas inteligentes de transporte conectarão pessoas, veículos e infraestrutura, criando congestionamento zero, resposta rápida a emergências e outras funções que tornarão a vida mais tranquila. O GIV prevê que 15% dos veículos terão a tecnologia de veículo conectado a tudo via rede móvel (Cellular Vehicle-to-Everything, em inglês)

Trabalhando com Bots: Já transformando muitas indústrias, a automação inteligente assumirá tarefas mais perigosas, repetitivas e de alta precisão - um benefício para segurança e produtividade. O GIV prevê que haverá 103 robôs na indústria para cada 10.000 funcionários.

Criatividade Aumentada: A Inteligência Artificial em nuvem reduzirá o custo e a barreira de entrada para a experimentação científica, inovação e arte, abrindo uma mina de ouro do potencial criativo que está disponível para todos. O GIV prevê que 97% das grandes empresas terão implantado Inteligência Artificial.

Comunicação sem atrito: A análise de Inteligência Artificial e big data criará uma comunicação perfeita entre empresas e clientes, e quebrará as barreiras da linguagem. Precisão, compreensão e confiança irão sustentar as comunicações de amanhã. O GIV prevê que as empresas utilizarão 86% dos dados que produzem.
   
Economia Simbiótica: Empresas em todo o mundo estão adotando tecnologia digital e aplicativos inteligentes em plataformas de acesso unificadas. Isso significa maior colaboração, compartilhamento de recursos, ecossistemas globais mais fortes e maior produtividade. O GIV prevê que todas as empresas em todos os lugares usarão a tecnologia de nuvem e 85% dos aplicativos de negócios serão baseados em nuvem.

Lançamento rápido do 5G: O 5G está aqui e será é realidade muito mais rápido do que qualquer geração sem fio anterior - o potencial para indivíduos, empresas e sociedade é enorme. O GIV prevê que 58% da população mundial terá acesso a 5G.
   
Governança Global Digital: Os avanços na tecnologia digital devem ser equilibrados por padrões e princípios de dados compartilhados para o uso de dados. O GIV prevê que o volume anual de dados globais chegue a 180 ZB (1 ZB = 1 trilhão de GB).

"A acelerada evolução tecnológica nos permitirá chegar a cenários que somente imaginávamos em filmes de ficção científica. Estamos direcionando nossa visão para além do que vemos agora e olhando para o futuro, mudando de inovação para invenção. Em alguns países já observamos mudanças na vida, no trabalho e na sociedade à medida que as indústrias adotam Inteligência Artificial, 5G, computação em nuvem e outras tecnologias emergentes", analisa Julio Sgarbi, diretor de Consultoria da Huawei Brasil.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

09/09/2019
Microsoft sai da zona de conforto e levanta a voz em defesa da Huawei

09/09/2019
Na América Latina, 33% da população ainda não têm acesso ao celular

06/09/2019
TIM, Ericsson e Inatel inauguram laboratório 5G

06/09/2019
Brasil terá um ganho de R$ 40 bilhões por uso de faixas milimétricas no 5G

04/09/2019
Samsung anuncia produção de chip integrado 5G para celular

29/08/2019
Teles temem disparada no preço do leilão 5G

28/08/2019
EUA e Austrália pressionam Brasil sobre riscos à segurança nacional com o 5G

26/08/2019
Algar Telecom testa 5G em laboratório na faixa de 3,5GHz

23/08/2019
Donald Trump ordena que empresas dos EUA fechem operações na China

23/08/2019
América Latina tem menos de 20% de espectro disponível para novos serviços móveis

Destaques
Destaques

América Latina tem menos de 20% de espectro disponível para novos serviços móveis

Mesmo o Brasil, que tem 609 MHz de espectro destinado aos serviços, fica bem abaixo dos 1960Mhz recomendados pela União Internacional das Telecomunicações (UIT) para 2020.

5G vai chegar a quase 60% da população em 2025

Tecnologia vai crescer muito mais rápido do que qualquer outra geração sem fio, revela estudo de megatências feito pela Huawei. O estudo também prevê que o volume anual de dados globais chegue a 180 ZB (1 ZB = 1 trilhão de GB).

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Carro autônomo: decisões baseadas em dados vão evitar acidentes?

Por Rogério Borili *

O grande debate é que a inteligência dos robôs precisa ser programada e, embora tecnologias como o machine learning permitam o aprendizado, é preciso que um fato ocorra para que a máquina armazene aquela informação daquela maneira, ou seja, primeiro se paga o preço e depois gerencia os danos.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site