Home - Convergência Digital

Vendas pelo celular triplicam em três anos

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 17/07/2019

Segundo a pesquisa “O e-commerce no Brasil”, feito pela Ebit | Nielsen, o crescimento de pedidos feitos pelo celular aumentou 41% no último ano. Em três anos, o comércio móvel triplicou. Produtos de perfumaria e cosméticos, informática, além e alimentos e bebidas representam as categorias que mais cresceram em número de pedidos. 

O levantamento aponta que 58 milhões de consumidores fizeram pelo menos uma compra pela internet em 2018. Sendo que 10 milhões deles usavam a rede para comprar pela primeira vez. 

Segundo o relatório, os brasileiros indicaram preferir comprar quando são anunciados frete grátis (50%) e devolução do dinheiro (56%). Além disso, 67% dos consumidores frequentam mais as lojas online que contam com programas de fidelidade.

A análise da Ebit é de que o Brasil já movimenta e-commerce de bens não duráveis. Ou seja, produtos de Perfumaria & Cosméticos, Fraldas, Remédios, Pet Care, Bebidas e Alimentos Não-Perecíveis. Por outro lado, as compras em sites internacionais caíram 22% em relação ao ano anterior. 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

11/05/2020
Dia das Mães com isolamento social faz vendas pela internet saltarem 123%

07/05/2020
Compras pela internet serão novo normal pós Covid-19

29/04/2020
Compras por aplicativos crescem 30% com isolamento social

28/04/2020
OTTs de mensagens são principal canal de vendas nas PMEs

27/04/2020
Dona das Casas Bahia, Pontofrio.com e Extra.com compra startup de logística

22/04/2020
Facebook vai usar WhatsApp para pagamentos em pequenos varejistas

17/04/2020
Coronavírus empurrou brasileiros para as primeiras compras online

15/04/2020
Isolamento turbina vendas pela Internet na Páscoa 2020

09/04/2020
Isolamento social muda perfil e compras online focam em higiene e limpeza

08/04/2020
Abranet e Brasscom advertem que cobrar ICMS no comércio eletrônico é inconstitucional

Destaques
Destaques

Leilão 5G: TIM e Claro defendem adiamento. Vivo adverte para momento incerto

TIM e Claro se posicionam claramente contra a realização do leilão ainda em 2020. A Vivo se mostra mais cautelosa, mas admite que está tudo muito nebuloso por conta da economia e da pandemia de Covid-19. Todas asseguram que o momento ainda é de muito investimento no 4G e no 4,5G.

Operadoras pedem que edital do 5G traga compromissos na nova tecnologia

Mas Anatel lembra que reduzir preço das frequências para exigir investimentos que o mercado já faria naturalmente não faz sentido na licitação. 

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Para além da guerra da saúde pública, não adiem o leilão do 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

O setor de telecomunicações tem suportado a sobrecarga derivada da pandemia de Covid-19. Mas, reforcem essas redes com tecnologia mais avançada para prover serviços de baixa latência. Dessa forma, não se postergue o leilão das redes ditas de quinta geração (5G) e atenção à segurança cibernética.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site