SEGURANÇA

Bancos ingleses têm três meses para mostrar planos de segurança cibernética

Convergência Digital* ... 06/07/2018 ... Convergência Digital

As autoridades monetárias do Reino Unido querem que as instituições financeiras do país apresentem, em três meses, seus planos de resposta a incidentes e ataques cibernéticos para que sejam avaliados.

A decisão anunciada pelo Banco da Inglaterra e a Autoridade de Conduta Financeira se dá depois de clientes do banco escocês TSB ficarem mais de um mês sem acesso a sistemas de internet banking por falha de software.

O principal recado foi de que os gestores serão responsabilizados em caso de prolongados bloqueios de acesso. Para os reguladores financeiros, dificuldades estão surgindo com a busca de atualizações de sistemas pelos bancos para fazer frente às novas ‘fintechs’.

No Brasil, o Banco Central baixou em abril último uma resolução que exige das instituições no país a aprovação de políticas de segurança cibernética e a apresentação dos planos de resposta a ataques e incidentes, a serem cobradas a partir de maio de 2019.

* Com informações da BBC


NEC - Conteúdo Patrocinado - Convergência Digital
Multibiometria: saiba como ela pode cuidar da sua segurança digital

Plataforma Super Resolution, que integra espaços físicos e digitais, será apresentada pela primeira vez no Brasil no Futurecom 2018. Um dos usuários da solução é o OCBC Bank, de Cingapura. A plataforma permite o reconhecimento instantâneo das pessoas à medida que se aproximem da agência.

EUA voltam a acusar China de espionagem cibernética

Agência de Segurança Nacional alega que os chineses violam acordo para restringir esse tipo de ‘ataque’ firmado em 2015.

Salvador integra 1900 câmeras em sistema único de segurança

Iniciatva permitiu reunir os dados dentro da Secretaria do Estado da Bahia. Equipe faz agora  reconhecimento facial, contagem de pessoas, identificação de placas de veículos, entre outros, revela Rômulo Horta, diretor de Marketing da Huawei Enterprise.  Mais projetos estão ganhando espaço no mercado nacional.

TSE exige que Google, Facebook e You Tube retirem do ar vídeo de Bolsonaro que sugere fraude na urna eletrônica

Por 6 x1, o plenário do Tribunal Superior Eleitoral exigiu a retirada do vídeo gravado pelo presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) das redes sociais. O vídeo também tem de deixar de ser veiculado em outros 53 endereços eletrônicos no qual foi replicado.

Roubo de dados e DDoS se amplificam e vão dar muita dor de cabeça às empresas

Para o vice presidente da A10 Networks, Alex Maduro, o 5G vai dar um salto na qualidade das conexões, mas também vai aumentar o patamar de riscos cibernéticos.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G