Convergência Digital - Home

Ministério Público de São Paulo migra 8 mil contas de e-mails para a nuvem

Convergência Digital
Convergência Digital - 20/06/2018


O Ministério Público do Estado de São Paulo migrou as contas de e-mail de todos os servidores públicos para o Microsoft Office 365, totalizando mais de 8 mil contas migradas nas 450 unidades do estado, em um prazo de quatro meses. A migração se deve principalmente às dificuldades que o órgão enfrentava com a disponibilização de espaço nas caixas postais, tornando o Ministério Público o primeiro órgão judicial do estado a migrar para a nuvem. A Brasoftware foi a responsável pela implementação e licenciamento, garantindo maior segurança e conectividade.

"A nuvem vem com essa proposta de colaboração, mobilidade e integração. Agora, com o Skype, por exemplo, quebramos a barreira da distância e os funcionários conseguem se comunicar por chat e webconferência com qualquer outra Promotoria do Estado de São Paulo, gerando ganho de produtividade, agilidade e redução de custos com deslocamentos", conta Láercio Carrasco, CIO do MP.

Além disso, o MP preocupou-se em capacitar os usuários após a migração, organizando um trabalho conjunto com a área de comunicação. "Trabalhamos de forma sincronizada. Selecionávamos uma quantidade específica de usuários. Uma semana antes da migração, a comunicação encaminhava um e-mail informando ao usuário que ele seria migrado, passando todas as diretrizes e links para o novo acesso ao seu e-mail. Também montamos workshops em todas as 16 unidades regionais do Ministério Público no Estado de São Paulo", informa Laércio.

Garantias de segurança

Com o O 365, o MP passa a ter uma console de segurança unificada onde consegue visualizar os acessos aos documentos em tempo real, inclusive alterações ou registros não autorizados."Esta era uma preocupação do Ministério Público. Os servidores tinham um sistema de armazenamento de arquivos em que todos os procudoradores do estado podiam acessar os conteúdos, mas não tinham controle se um documento havia sido modificado indevidamente", conta Guilherme Taliba, Gerente de Soluções da Brasoftware.

Também está sendo implementado pela Brasoftware no MP uma solução de segurança, o EMS (Enterprise Mobility and Security), que vai elevar o nível de segurança do órgão. O EMS entrega uma camada adicional de segurança ao Office 365. Entre suas utilidades, está a criação de uma camada de segurança geográfica. "Por exemplo, se eu habilito um determinado servidor a acessar um documento, eu posso delimitar em que regiões geográficas ele poderá abrir. Se tentar ser aberto em uma área que não é de costume, temos como barrar de maneira automática a abertura deste documento", explica o Gerente de Solução da Brasoftware.

O Microsoft Office 365 é um ambiente criptografado, ou seja, os profissionais que administram os datacenters não conseguirão interpretar ou entender os dados MP. "No contrato de serviço existe uma cláusula de confidencialidade, integridade e disponibilidade. Os três principais pilares da segurança da informação, gerando respaldo jurídico ao MPSP. O principal esforço sobre questões de segurança da informação está na capacitação dos nossos usuários para o total entendimento da solução, principalmente para evitar compartilhamento equivocado de informações", assegura Láercio, do Ministério Público.

A Brasoftware mobilizou oito profissionais de sua equipe para atuar dentro do cliente, fornecendo as melhores práticas para contribuir com o aprimoramento do parque tecnológico. "A empresa deixou a equipe confortável para usar a solução, sempre nos atendendo quando precisávamos, alocando os profissionais conforme necessidade do cliente", completa o executivo do Ministério Público. Os valores do contrato não foram revelados.

Facebook Twitter Google+ LinkedIn Email Addthis


Bradesco, Dataprev e Equinix são destaque em datacenter no Brasil
Organizações foram as vitoriosas da edição 2017 do DCD Awards da América Latina. Conheça os destaques da região no segmento de datacenters.

Destaques
Destaques

Mercado de cloud está nas mãos de sete gigantes de TI

Amazon Web Services, Microsoft, Google, IBM, Salesforce, Oracle e a chinesa Alibaba são as principais empresas de serviços de nuvem no mundo. Receita de cloud chegou a US$ 117 bilhões em 2017 e a nuvem pública se consolidou como opão.

Embratel une Open Stack à rede definida por software em serviços na nuvem

Nuvem pública especializada e feita sob demanda para os clientes empresariais é a estratégia da  operadora para avançar no segmento de cloud. "Não vamos concorrer com a nuvem pública, mas o nosso serviço é desenhado para atender ao negócio", diz o diretor-exeutivo da Embratel, Mario Rachid.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Nuvem é o agora e o futuro da competitividade

Por Artur Hansen*

Em cloud, todo investimento é hermético, organizado de acordo com as justas necessidades de cada empresa.

Mão de obra é o "Calcanhar de Aquiles" da Inteligência Artificial

Por Eduardo Prado*

Em artigo exclusivo para o Convergência Digital, o consultor Eduardo Prado, mostra como os gigantes da tecnologia travam uma dura batalha para conseguir fidelizar os especialistas existentes. Ele também adverte: há uma busca desenfreada pela competência em IA.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site