GOVERNO » Compras Governamentais

TCU investiga contratos de TI de empresa que derrubou presidente do INSS

Convergência Digital* ... 25/05/2018 ... Convergência Digital

O Tribunal de Contas da União vai auditar contratos públicos firmados com a RSX Informática, depois que a contratação da empresa pelo INSS se tornou suspeita e resultou na demissão de seu presidente, Francisco Lopes. Ele teria insistido na contratação por R$ 8,8 milhões, apesar de parecer contrário da área técnica.

Com a divulgação do contrato pelo jornal O Globo, o INSS anunciou ter cancelado a contratação, assinada em abril. Mas o TCU identificou que já foi pago pelo menos R$ 4 milhões. Segundo o ministro Augusto Sherman, autor da proposta de investigação pela Corte de Contas, o caso é semelhante a outra contratação, feita pela Embratur.

“No âmbito do Instituto Brasileiro de Turismo constam relatos de que os servidores da área de tecnologia da informação teriam sido pressionados a aprovar a contratação da RSX Informática, mesmo sendo desnecessária sob o ponto de vista técnico”, indicou o ministro do TCU.

Segundo o TCU, a fiscalização vai apurar a atuação dos gestores e demais participantes do pregão eletrônico, além dos órgãos que aderiram à ata de registro de preços. Será verificada a idoneidade de um atestado de capacidade técnica emitido pelo Ministério do Trabalho em favor da RSX e a própria necessidade da contratação, assim como, a efetiva utilização do software que seria adquirido, incluindo a avaliação quanto à ocorrência de ato antieconômico.

* Com informações do TCU


Serpro repudia acusação de venda de dados pessoais

Estatal diz nunca ter repassado conteúdo ao site 'Consulta Pública', 'congelado' por uma ação do MPF do Distrito Federal. Sustenta ainda que não vende 'secretamente' dados de pessoas naturais ou jurídicas.

Apps de e-gov não pedem consentimento e coletam mais dados do que precisam

Segundo estudo do InternetLab com aplicativos federais e de São Paulo, nenhum dos aplicativos pede consentimento expresso e metade não possui qualquer política de privacidade.

Anac autoriza Secretaria de Patrimônio da União usar drones para fiscalização

Licitação para a compra de equipamentos pelo governo deverá acontecer a partir do final de maio. Drones vão ser usados para fiscalizar uso irregular de áreas de praia, margens de rios, terrenos de marinha e espelhos d'água, dentre outros bens públicos de propriedade da União.

CDES quer prioridade para proteção de dados e transformação digital

O Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES) recomendou ao governo que garanta dotação orçamentária adequada e mecanismos de acompanhamento da digitalização do setor público.

Serpro estuda redução de jornada para cobrir eventual reoneração da folha

Informação veio através de comunicado da diretoria da empresa no Rio de Janeiro, que alega que a folha de pagamentos já alcança 70% da receita líquida e não teria como voltar a assumir um aumento de 20% na tributação pela folha.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G