SEGURANÇA

Secretário Geral diz que ONU precisa discutir tratado global sobre ciberguerra

Convergência Digital* ... 19/02/2018 ... Convergência Digital

O secretário geral das Nações Unidas, Antonio Guterres, defendeu a adoção de tratados globais sobre guerra cibernética que busquem minimizar o impacto sobre civis, especialmente diante da tendência de ataques cibernéticos massivos se tornarem os primeiros salvos em futuras guerras. 

“Episódios de guerra cibernética entre Estados já existe. O pior é que não existe qualquer esquema regulatório para esse tipo de conflito, não é claro como a convenção de Genebra ou leis internacionais humanitárias se aplicam”, discursou Guterres nesta segunda, 19/2, na Universidade de Lisboa. 

“Estou absolutamente convencido que, diferente de grandes batalhas do passado, que começaram com uma barragem de artilharia ou bombardeio aéreo, a próxima guerra vai começar com um ataque cibernético massivo para destruir capacidades militares e paralisar infraestrutura básica como redes elétricas”, afirmou.

Para ele, as Nações Unidas devem ser a plataforma onde os vários atores, de cientistas a governantes, possam se encontrar e discutir regras “que garantam um caráter mais humano” aos conflitos que envolvam tecnologia da informação, bem como para que a internet seja “um instrumento a serviço do bem”. 

*Com informações da Reuters


NEC - Conteúdo Patrocinado - Convergência Digital
Multibiometria: saiba como ela pode cuidar da sua segurança digital

Plataforma Super Resolution, que integra espaços físicos e digitais, será apresentada pela primeira vez no Brasil no Futurecom 2018. Um dos usuários da solução é o OCBC Bank, de Cingapura. A plataforma permite o reconhecimento instantâneo das pessoas à medida que se aproximem da agência.

Crimes na Web: Formjacking vira pesadelo para empresas e muito lucrativo para hackers

Levantamento da Symantec aponta ainda  que oito em cada dez infecções por ransomware acontecem em corporações.

Câmara derruba lei do governo Bolsonaro que aumentou sigilo de dados públicos

O Plenário da Câmara aprovou o Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 3/19, que suspende os efeitos do Decreto 9.690/19. A matéria irá ao Senado.

Mais de 30% das empresas brasileiras admitem não proteger dados de clientes e funcionários

Levantamento DT Index II, da Dell e da Intel, mostra quase metade dos entrevistados temem pelo futuro de suas companhias nos próximos cinco anos.

Crimes cibernéticos: crimes de ódio aumentaram quase 30%, mas pornografia ainda lidera no Brasil

Eleições exarcebaram os crimes de ódio em todo o país, afirma o Grupo de Apoio sobre Criminalidade Cibernética, do Ministério Público Federal.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G