SEGURANÇA

Ataque hacker consegue alterar dados na urna eletrônica

Luís Osvaldo Grossmann ... 04/12/2017 ... Convergência Digital

Cinco anos depois, uma equipe liderada pelo professor de Ciência da Computação, Diego Aranha, voltou a bater a segurança da urna eletrônica. A exemplo de 2012, o feito se deu nos testes promovidos pelo próprio Tribunal Superior Eleitoral. As vulnerabilidades serão corrigidas rapidamente, diz a Corte.

Não que o tribunal esteja tentando chamar muita atenção para o novo sucesso do professor da Unicamp. Ao apresentar o resultado parcial dos testes, o presidente do TSE, Gilmar Mendes, economizou detalhes ao revelar que “dos 14 planos propostos, três apresentaram achados relevantes, que serão corrigidos pela equipe técnica”. 

Ao explicar melhor o sucesso, o coordenador de sistemas eleitorais do Tribunal, José de Melo Cruz, explicou que a o grupo “conseguiu decifrar o sistema de arquivo da urna. Na prática, eles obtiveram uma chave criptográfica que permitiu o acesso a arquivos da urna e conseguiram ler e transcrever as informações. A partir desse acesso, eles fizeram algumas experiências e conseguiram acoplar um teclado e ecoar alguns dados desse teclado na urna eletrônica”. 

Mais detalhes sobre o achado relevante de conseguiu ecoar dados na urna só em 12/12, quando sai o relatório final dos testes de segurança deste ano e termina o compromisso de silêncio imposto aos envolvidos no evento e autores dos 14 planos de ataque. Segundo Cruz, os sucessos “duas vulnerabilidades genéricas que vão ser rapidamente corrigidas”. 


Soluções de Segurança para a Sociedade
Não delegue a segurança cibernética apenas para a TI

Para mitigar os riscos com ataques hackers, toda a corporação precisa se unir, adverte Jun Goto, vice-presidente Sênior da NEC Corporation.

Novo golpe do boleto já distribuiu quase 300 mil e-mails no Brasil

Malspam (spam malicioso) foi criado especialmente para vítimas brasileiras, revela a Unit 42. Os boletos falsos são para roubar dados, senhas e nomes de usuários.

Tokelau, com 1,5 mil habitantes, é o domínio mais usado para golpes

Código de país da ilha polinésia, ‘.tk’, é largamente utilizado para golpes na rede, segundo pesquisa global sobre phishing.

Golpe do 14º salário no WhatsApp atinge 770 mil brasileiros

Os golpistas pedem para o usuário conferir se tem direito a um dinheiro extra.

Brasil sofre 55% dos ataques de ransomware na América Latina

Segundo números divulgados pela Kaspersky Lab, esse tipo de ameaça registrou aumento de 30% entre 2016 e 2017.



  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G