Home - Convergência Digital

IoT: Vodafone/Datora questiona Vecto Mobile que rebate rival

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital - 12/09/2017

A Vodafone Brasil, parceria brasileira da operadora britânica com a Datora, reagiu à divulgação de uma nova concorrente para o segmento voltado a comunicações máquina a máquina e internet das coisas. Segundo a empresa, a Vecto, que acaba de obter licença da Anatel para atuar como MVNO, não poderá ter comercialização nacional, como alega. 

“O contrato de compartilhamento de rede pode apenas ser firmado nos limites da autorização para a prestação do SMP da Operadora de Origem, no caso em questão a Algar Telecom. Diferente da Vodafone, que opera hoje em todo o Brasil (Regiões I, II e III), a autorização concedida pela Anatel para a Vecto Mobile contempla apenas nas regiões Minas Gerais, Interior de São Paulo e Centro Oeste, onde a Algar Telecom é autorizada para a prestação do SMP.”

Em nota, a operadora virtual diz que foi “surpreendida com notícia na imprensa sobre a Vecto Mobile, que informou ter autorização para operação em todo país”. E sustenta que “apenas clientes baseados na respectiva área de autorização podem adquirir de forma legal o serviço da Vecto Mobile”. 

Também em comunicado à imprensa, a Vecto Mobile reage à rival e sustenta que "A VMNO COMUNICAÇÕES DO BRASIL S.A. (VECTO MOBILE) é operadora virtual autorizada a explorar o Serviço Móvel Pessoal (SMP) nas regiões I, II e III, ou seja, todo o território nacional, em razão de ter cumprido todos os requisitos subjetivos e objetivos nos termos da legislação aplicável."

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

02/04/2019
Governo de MG aumenta participação na Datora e injeta mais R$ 47 milhões

29/03/2019
Brasil ganha nova operadora dedicada à Internet das Coisas

03/10/2018
Acerto TIM/Porto Seguro Conecta garante serviços para 736 mil clientes

03/10/2018
Usuários da MVNO Porto Seguro vão escolher se ficam ou não com a TIM

06/07/2018
Grupo financeiro contrata Claro e entra no mercado de MVNO

09/03/2018
Em um ano, Correios Celular vende 100 mil chips

12/09/2017
IoT: Vodafone/Datora questiona Vecto Mobile que rebate rival

21/06/2017
Celular dos Correios chega a 4 capitais e 21 mil chips vendidos

17/04/2017
Sem originalidade e novos serviços, MVNOs não deslancham

06/03/2017
MVNO dos Correios chega com zero rating para o WhatsApp e apps do governo

Destaques
Destaques

Varejo x bancos: carteira digital vira superaplicativo

Superados os obstáculos iniciais, mercado não financeiro acelera estratégia para ficar com preferência dos consumidores.

Para injetar R$ 200 bilhões na economia, IoT tem de ficar livre das amarras tributárias

Relator da proposta de tributo zero para Internet das Coisas, deputado Eduardo Cury, do PSDB/SP, disse que o setor precisa municiar o Parlamento com dados para convencer à Casa a conceder a desoneração.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

O potencial pouco explorado da Internet das Coisas

Por Daniel Kriger*

A grande mudança que a Internet das Coisas (IoT – Internet of Things) trará para a vida das pessoas está além da facilidade de se preparar um café, programar um banho quente ou economizar na conta de luz. Dar conectividade a objetos e abrir espaço para comandos inteligentes em inúmeras tarefas do dia a dia é um dos principais propósitos de IoT. Mas não é só isso.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site