TELECOM

MVNO dos Correios chega com zero rating para o WhatsApp e apps do governo

Luís Osvaldo Grossmann ... 06/03/2017 ... Convergência Digital

Os Correios começam a atuar nesta segunda, 6/3, como a mais nova operadora celular do Brasil, mas com planos de se tornar até o fim de 2017 a maior MVNO, com 500 mil clientes. Para isso, confia em uma rede capilarizada para venda de chips e um plano agressivo: R$ 30 por mês com direito a 1 GB de navegação, sem desconto do Whatsapp nem quando usado para chamadas de voz. O plano também inclui 100 minutos de ligações ou 100 SMS.  Também haverá zero rating para o acesso aos sites: sites www.correioscelular.com.br, www.correios.com.br e www.brasil.gov.br

A operação, em gestação há pelo menos seis anos, é uma parceria com a Surf Telecom (EuTV), que bateu a Claro ao prometer um retorno de R$ 300 milhões à estatal em cinco anos. Até lá, a expectativa é ter 8 milhões de clientes e com isso se tornar a quinta maior operadora do país, atrás somente de Vivo, Tim, Claro e Oi. O valor pode ser maior caso os Correios consigam implementar serviços adicionais, notadamente em sintonia com o Banco Postal – a promessa é de que em breve serão lançados apps relacionados. 

Ao Convergência Digital, a direção dos Correios explicou que a aposta no pré-pago faz sentido pelo público que já é o atendido, em que pese o forte ajuste no mercado que nos últimos meses já levou ao cancelamento de 50 milhões de chips. “Trata-se de uma opção de serviço mais simples e ajustado ao perfil do público já atendido pela empresa. No futuro, porém, poderão ser lançados planos pós-pagos também”, sustentam os Correios. 

A ideia é ter, no futuro, recargas de R$ 30, R$ 90 e R$ 180 – e eventualmente recargas “de reforço”, de R$ 15. O alvo inicial, porém, é o chip de R$ 30 associado a um plano mensal, que assim permite 1 GB de dados e 100 minutos de ligações, ou 100 mensagens de texto (SMS). Esse plano de entrada já começa com ‘zero rating’ para o Whatsapp, bem como para acessos ao site dos Correios ou de órgão públicos. 

Os Correios também anunciaram que não vão bloquear o acesso à internet ao fim da franquia, mas sim reduzir a velocidade das conexões (para 32 kbps). Além das agências dos Correios, as recargas poderão ser adquiriras pelas maquinetas de cartão da Cielo.

O lançamento foi feito em São Paulo, onde 12 agências começaram a vender os chips nesta segunda. Em seguida, o serviço será estendido a Brasília e Belo Horizonte. Segundo os Correios, até setembro deste 2017 a oferta estará disponível em 90% do país. 


Internet Móvel 3G 4G
MCTIC adianta leilão 5G com visão nacional do uso do espectro

Atuando como ministro em exercício, Júlio Semeghini, confirmou o leilão das frequências 5G para o primeiro semestre de 2020. Também disse que vai ao Congresso Nacional para defender o uso do FUST para viabilizar projetos de cidades inteligentes.

Veja edição 12 da Revista Abranet - Assossiação Brasileira de Internet REVISTA ABRANET . 12
Especial 20 Anos de Internet no Brasil


Há 20 anos os provedores de Internet escrevem suas histórias no País. A trajetória não foi nada fácil. Houve decisões políticas e econômicas significativas. Infraestrutura, modelo de negócios e fidelização de clientes foram relevantes no passado e continuam sendo no presente. Ao longo de duas décadas, os ISPs tiveram de se reinventar diversas vezes para não deixar de existir.

Clique aqui para ver outras edições

Justiça do Distrito Federal condena Sky por desrespeitar pedidos de cancelamento de serviço

Investigações apuraram mais de 2 mil reclamações desde 2015 contra a operadora, que recusou um termo de ajustamento de conduta (TAC). Empresa está proibida de fazer cobranças após o recebimento, por qualquer meio, do pedido de cancelamento do serviço.

Começa a valer cadastro que bloqueia telemarketing das teles

A partir deste 16/7, será possível inscrever números no cadastro ‘Não Me Perturbe’. Promessa da Anatel é que em 30 dias os inscritos não receberão mais chamadas promocionais das operadoras de telecom.

Imposto zero para IoT está na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara

Deputado Federal, Paulo Ganime (Novo/RJ), diz que o projeto de Lei 7656/2017, corrige uma distorção - a cobrança de FISTEL para os dispositivos IoT.

Governo autoriza aumento de capital da Telebras de R$ 1,17 bilhão

Montante é reflexo dos aportes autorizados em 2015, 2016, 2017 e 2018, quando a estatal estava ainda em acerto financeiro do satélite geoestacionário de defesa e comunicações. 




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G