SEGURANÇA

'Trancar' as fronteiras cibernéticas é legítimo, mas invalida a Internet

Por Roberta Prescott e Rodrigo dos Santos ... 11/11/2016 ... Convergência Digital

Muitos países tratam a cibersegurança como parte de sua segurança nacional e muitos querem "trancar" suas fronteiras cibernética, o que é, na opinião do vice-presidente do Information Technology Industry Council (ITI), John S. Miller, bastante legítimo, mas não é compatível com a maneira que a internet foi desenvolvida e a medida impede a interoperabilidade para se transferir dados.

O especialista em segurança da informação falou à CDTV, do portal Convergência Digital, durante o IX Seminário TelComp, realizado no dia 08 de novembro, em São Paulo. Para Miller, os governos terão de trabalhar com o setor privado para desenhar a política de cibersegurança e devem analisar múltiplos modelos antes de escolher um. "Privacidade é absolutamente essencial para as pessoas, companhias e governos. E ambos, segurança e privacidade, são essenciais para se ter confiança", destacou.

Confira a entrevista, na qual Miller também responde a perguntas sobre aumento da complexidade da segurança com o advento da internet das coisas e orienta os legisladores a não olhar apenas para um sistema, mas para o conjunto e as diferentes abordagens na hora de fazer uma lei de privacidade e proteção de dados.


NEC - Conteúdo Patrocinado - Convergência Digital
Multibiometria: saiba como ela pode cuidar da sua segurança digital

Plataforma Super Resolution, que integra espaços físicos e digitais, será apresentada pela primeira vez no Brasil no Futurecom 2018. Um dos usuários da solução é o OCBC Bank, de Cingapura. A plataforma permite o reconhecimento instantâneo das pessoas à medida que se aproximem da agência.

Clonagem de celular provoca perdas de até R$ 10 mil por vítima no Brasil

Um único grupo teria clonado mais de 5 mil chips no País, adverte a Kaspersky Lab. O golpe começa com a coleta de dados das vítimas por meio de e-mails phising, engenharia social ou vazamento de dados.

Vazamento de dados no CNJ tem nomes, endereços, contas, CPFs e senhas de 53 mil pessoas

Em nota oficial, Conselho Nacional de Justiça assegura que nenhum sistema de informações processuais foi atingido. Mas detalhes do ataque indica que houve acesso a informações de 94 bases de dados.

Unisys promove hackathon sobre segurança das cidades digitais

A segunda edição da maratona de inovação acontece no dia 23 de maio e acontece em parceria com o Instituto Mauá de Tecnologia. Segurança cibernética é um dos alvos do evento. Qualquer pessoa com idade igual ou superior a 16 anos pode participar.

Vivo incorpora mecanismo antirroubo em serviço de segurança digital

Vivo lança plataforma de segurança com a McAfee e incorpora selfie para proteger aparelho de consumidor.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G