SEGURANÇA

Defesa para ataques cibernéticos passa por definir ativos a serem protegidos

Roberta Prescott e Luiz Queiroz ... 04/10/2016 ... Convergência Digital

A motivação para os ataques cibernéticos hoje são diversas e vão desde as organizações bem financiadas, que possuem inclusive profissionais de marketing para vender as informações roubadas, até os chamados lobos solitários que fazem ações sozinhos.

Além disto, a maneira de agir dos criminosos muda constantemente, dificultando o combate por parte dos governos e das empresas, enfatizou Christopher J. Furlow, veterano da Casa Branca e atual presidente da Ridge Global, empresa consultoria de gestão de risco internacional, em entrevista à CDTV, do Convergência Digital, durante o WCIT 2016, que acontece em Brasília.

Para endereçar este desafio, Chris Furlow recomenda que as empresas e o governo identifiquem quais são os ativos mais importantes que precisam defender e quais são as vulnerabilidades antes de desenvolver um plano de ação. O especialista também comentou a dificuldade em se balancear privacidade e segurança dentro das políticas de prevenção de ataques cibernéticos. Assista ao vídeo.


NEC - Conteúdo Patrocinado - Convergência Digital
No combate aos crimes, a fusão do ciber e do real

A integração Cibernética (virtual) e Física é essencial para vincular atividades criminais aos suspeitos reais no mundo físico (real). A Tecnologia é meio dessa união.

Mais de 30 mil ciberataques são detectados em golpe ao WhatsApp no Brasil

Uma falsa promoção oferece R$ 70 em créditos para celulares pré-pagos por conta do suposto aniversário da OTT de mensagens.

Vazamento de dados de até 500 mil contas enterra de vez a rede social Google+

Criada há sete anos para ser a concorrente do Facebook, o Google+ nunca decolou. Agora, com o anúncio de um vazamento de até 500 mil contas de usuários, a Alphabet, dona do Google, decidiu fechar o caixão e evitar um estrago semelhante ao vivido pelo rival Facebook. Sete anos depois, o Google+ está descontinuada.

Guerra cibernética: Reino Unido acusa a Rússia de usar hackers para desestabilizar o mundo

Tendo como base trabalhos do Centro Nacional de Segurança Cibernética (NCSC), o Reino Unido acusa a Rússia e a sua inteligência militar de estarem por trás dos ataques BadRabbit e à Agência Mundial Antidoping de 2016.

Facebook vive pesadelo e admite violação que afetou 50 milhões de contas

2018 não está sendo nada fácil para a rede social. Nesta sexta-feira, o Facebook admitiu uma violação de segurança que afetou cerca de 50 milhões de contas de usuários. Hoje a rede social conta com mais de 2 bilhões de usuários ativos por mês.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G