Convergência Digital - Home

São Paulo está em piloto do BID para uso do big data para demandas sociais

Convergência Digital
Ana Paula Lobo e Pedro Costa - 25/09/2018

As demandas sociais são muito mais dinâmicas que os ciclos eleitorais, mas isso não é necessariamente claro para administradores públicos. Para enfrentar o dilema, um projeto do BID e da FGV fará um piloto em cinco cidades – São Paulo, Montevidéo, Quito, Miraflores e Jalapa – para usar Big Data como forma de antecipar as demandas sociais.

“As demandas mudam mais que os ciclos eleitorais de quatro anos. Por isso a gente precisa criar novas formas de aproximar o governante das demandas da sociedade. E a melhor forma é como as grandes empresas já fazem. A Amazon consegue atender a demanda de livros de acordo com o gosto de cada usuário. O Google consegue dar respostas às pesquisas adaptadas à demanda de cada usuário. Não tem porque o governo não atender os cidadãos dessa mesma forma”, explicou em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, o pesquisador da FGV Pablo Cerdeira.

Segundo ele, a fase atual é de diagnóstico das peculiaridades das cinco cidades e a implementação começará em 2019. Ele lembra, no entanto, que no caso do Brasil ainda falta esclarecer até onde o Estado pode se valer dos dados pessoais dos cidadãos para construir políticas públicas.

“É crucial definir de quem são os dados e até onde eles podem ser usados. A lei estabelece limites para a esfera privada, a questão da autorização de uso. Mas a gente ainda não estabeleceu como o interesse público pode se utilizar disso desde que se respeite os direitos individuais. Esse é um ponto que teremos que enfrentar logo. Como o interesse público vai usar esses dados em favor da sociedade.”


Destaques
Destaques

CNJ não libera contrato de R$ 1,3 bilhão do TJ/SP com a Microsoft

Mas autoriza o prosseguimento das negociações entre as partes. Decisão final sairá em plenária, ainda não agendada.

Big data e Analytics têm receita projetada em R$ 16,8 bilhões

A cloud pública também mostra crescimento e deve chegar a R$ 10 bilhões de receita no final do ano, de acordo com estudo da IDC, encomendado pela ABES. Com relação à Inteligência Artificial, o levantamento indica que, no Brasil,15,3% das médias e grandes empresas têm essa tecnologia entre as principais iniciativas e espera-se que isso dobre nos próximos quatro anos.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Edge Computing para acelerar os negócios das empresas brasileiras

Por Henrique Cecci*

O que é, afinal, Edge Computing? Trata-se da aplicação de soluções que facilitam o processamento de dados diretamente na fonte de geração de dados. No contexto da Internet das Coisas (IoT), por exemplo, as fontes de geração de dados geralmente são "coisas" com sensores ou dispositivos incorporados.

Intuição versus análise de dados na gestão

Por Douglas Scheibler*

O poder decisório significa alta responsabilidade e inúmeros riscos. Neste cenário caótico, analisar dados é indispensável e é o que justifica uma determinada medida ser considerada como correta, em um cenário específico, em detrimento de outras.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site