Home - Convergência Digital

Oitenta e nove dos 100 apps mais populares do Android ferem a privacidade

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 29/08/2018

Uma pesquisa sobre privacidade de aplicativos para dispositivos móveis, realizada pela Symantec, mostra que apesar de os consumidores ficarem ansiosos para clicar em "aceitar" e "avançar" ao fazer o download de um novo aplicativo, é relevante analisar quais informações estamos compartilhando, como elas são usadas e se o desenvolvedor do aplicativo está protegendo nossa privacidade. Isso porque 89 dos 100 apps mais populares do Android exigem permissões perigosas e desrespeitam a privacidade do consumidor.

O levantamento exemplifica: um aplicativo de lanterna de Android tem mais de 10 milhões de downloads e solicita acesso a chamadas, mensagens, câmera e etc. dos usuários. Será efetivamente necessário que o desenvolvedor do programa acesse tantas informações? Provavelmente não, constata a Symantec. Mas depois de analisar os 100 principais aplicativos gratuitos no Google Play e na Apple Store, o estudo observa que 45% dos aplicativos Android mais populares e 25% dos aplicativos iOS mais populares solicitam rastreamento de local.

Por sua vez, 46% dos aplicativos Android populares e 25% dos aplicativos iOS populares solicitam acessar a câmera do seu dispositivo. O relatório adverte ainda que alguns aplicativos Android pedem para acessar mensagens SMS (15%) e registros de chamadas telefônicas (10%). E há aplicativos que empregam práticas de segurança e privacidade muito precárias, solicitando permissões arriscadas, e ainda não possuem nenhum tipo de política de privacidade.

O estudo aponta um site onde é possível verificar quais são os aplicativos estão usando dados da sua conta do Google: https://myaccount.google.com/permissions
  

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

10/12/2018
STF: Relatores dizem que é inconstitucional barrar apps de transporte

06/12/2018
Austrália aprova lei que dá calafrios às gigantes da Internet

06/12/2018
Coalizão pede urgência para autoridade nacional de dados

04/12/2018
Mercado e sociedade tentam derrubar veto à autoridade de proteção de dados

29/11/2018
Serviço de streaming de esporte chega ao Brasil e usa YouTube e Facebook

28/11/2018
Entidades pró consumidor pedem a criação de autoridade nacional de dados ainda em 2018

27/11/2018
Vazamento de dados rende mais R$ 4,5 milhões em multas contra Uber

27/11/2018
Consumidores europeus querem processar Google por rastreamento

26/11/2018
Governo repagina troca de aplicativos e lança Rede Gov.br

20/11/2018
Só 27% dos que usam smartphones se sentem no controle dos dados pessoais

Destaques
Destaques

5G exige pelo menos 100 MHz para cada operadora no Brasil

O tema preocupa a coordenação de espectro do 5G Brasil, uma vez que foram destinados 300 MHz na faixa intermediária e há quatro operadoras nacionais.

Segurança cibernética é crítica para o avanço do 5G

O tema é considerado polêmico - até em função das questões políticas que o envolvem como a briga China x EUA -, mas precisa ser debatido, observa Gustavo Correa Lima, engenheiro do CPqD.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Desvende 10 mitos sobre os cartões biométricos

Por Cassio Batoni*

Como toda nova tecnologia, os questionamentos sobre a sua segurança e e a sua confiabilidade ainda existem e são compreensíveis, mas ela veio para ficar. A impressão digital surge como a confirmação principal de que o usuário é quem diz ser.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site